R$0,00 0 items

Nenhum produto no carrinho.

Bateria Pioneiro Mbr4-bs Jog e Neo

R$145,00

Bateria Pioneiro- Mbr4-bs – SIMILIAR – Yuasa Ytx4l-bs . GARANTIA DE 12 MESES .

Tensão Nominal – 12V

Capacidade – 3,7Ah

CCA-10ºC – 37A

Características – VRLA / Selada

Corrente de Carga – 0,4 A x 5~10h

Dimensões

Comprimento – 114 mm

Largura – 71 mm

Altura – 86 mm

Recomendamos a confirmação da moto.

HONDA BIZ C100 + 100 …/01 HONDA BIZ C100 KS 100 01/… HONDA CG 125 TITAN KS/ES 125 00/… HONDA EZ 90 CLUB 90 91/96 HONDA SCOOTER CH 80 AERO 80 ../85 HONDA SCOOTER CH 80 ELITE 80 93/06 HONDA SCOOTER 90/100 100 98/… SUZUKI AE50 50 ../… SUZUKI AY50 50 99/… SUZUKI LT 80 / QUADR SPORT 80 87/06 YAMAHA SCOOTER XF 50W 50 07/… YAMAHA SCOOTER WR250F 250 03-/06 YAMAHA TTR 125 125 42889 YAMAHA YWA 50 A ZUMA 50 02-/03/jog e Neo

Apenas 2 em estoque

SKU: DIVER0327 Categorias: , ,

DESCRIÇÃO:


 

Bateria Pioneiro Mbr4-bs

Baterias Pioneiro produzidas com a tecnologia VRLA , com seus separadores de fibra de vidro AGM, a Pioneiro disponibiliza ao mercado a linha Pioneiro MBR, com o mais alto padrão de qualidade, conquistando o gosto dos motociclistas mais exigentes.

VRLA (Valve Regulated Lead Acid) é o mecanismo de válvula e pastilha anti-chamas, que permite a bateria manter os gases na pressão ideal para ocorrer a recombinação de hidrogênio e oxigênio eliminando o risco de explosões, fazendo com que a bateria funcione com a performance ideal, diferenciando-se das demais baterias existentes no mercado.

AGM (Absorbed Glass Mat) é o separador de fibra de vidro altamente absorvente, com a função de imobilizar a solução ácida que comprime internamente as placas positivas e negativas, impedindo o deslocamento do material durante a vibração, aumentando a capacidade e a durabilidade.

DICAS!

A manutenção da bateria de moto não requer muito trabalho, mas, apesar disso, é importante ter em mente os cuidados necessários para a sua vida útil, o que a maioria só lembra no momento de uma pane se prevenir é tudo.

A instalação de equipamentos, como alarmes e rastreadores, exige atenção porque eles podem causar a fuga de corrente. “Se isto ocorrer, a bateria pode não ter força suficiente para fazer a moto ligar, nesse caso indicado que a instalação seja feita somente em locais de confiança.

Outra dica é não deixar a moto parada por muito tempo, um problema para quem usa apenas aos fins de semana, por exemplo. “Se rodar, ao menos 5 km por dia, pode prolongar a vida útil da bateria, e a rodagem por curtos períodos contribuem significativamente para o descarregamento da bateria, sobretudo das motos equipadas com alarmes e rastreadores, que acabam consumindo mais energia. “É importante não deixar a moto parada por uma semana que seja e assim mantendo os cuidados para não ficar na mão na hora da partida.

Shopping cart
Seu carrinho está vazio =(
Continuar Comprando
0